O Clássico da Paciência

palmeirasxsp

No clássico paulista, o que vimos foi dois times que se respeitavam muito e que tinham modos de jogar completamente diferentes. O Palmeiras por um lado trancava o meio de campo do São Paulo, que teve um Hernanes apagado no primeiro tempo. Já o time do Morumbi, explorava o toque de bola, e tentava administrar o jogo e colocar um ritmo nele.

O São Paulo errou em pensar que o Palmeiras vinha defensivo, isto porque o Palmeiras nunca foi defensivo em seus jogos fora de casa, seja na vitória contra o Sport, no empate com o Atlético-MG, na derrota para o Coritiba, o Palmeiras forçou a marcação no campo de ataque nos primeiros vinte minutos.

Foi assim contra o São Paulo, uma forte marcação no campo de ataque, o time do Palestra Itália sofria com os contra-ataques, e com uma bola lançada para Washington, o São Paulo quase abriu o marcador. Mas o time se arrumou, e se compactou no segundo tempo.

O que se viu no Morumbi foi um jogo de paciência, e dois times que não estavam muito interessados em ganhar a partida. Pelo lado Palmeirense, a liderança continua assegurada, mesmo que o Internacional vença seu jogo a menos, o Palmeiras mantém a ponta da tabela. Para o São Paulo, o time sabia que uma derrota não era aceita, e seria importante manter a boa série para que a motivação continue crescendo.

O São Paulo, no entanto, melhorou na partida a partir dos 25 do primeiro tempo, com a boa atuação de Richarlyson e os deslocamentos de Dagoberto no ataque. Escalado como atacante para fazer dupla com Washington, Dagoberto rodava o campo, voltava à intermediária, incomodava os marcadores Pierre e Edmílson. Também por isso, Muricy trocou Ortigoza por Souza, no intervalo. Abriu mão do sistema com dois meias e dois volantes, usado só na primeira, das três campanhas de títulos brasileiros pelo São Paulo.

“Mudamos, porque o time ficou manjado”, diz, sobre o Tricolor de 2006.

É bom ter jogadores que fazem diferença num lance, como Diego Souza e Cleiton Xavier. Ontem, eles fracassaram. Diego foi vencido pelas marcação de Richarlyson, no primeiro tempo, por Renato Silva no segundo. Cleiton Xavier foi batido por Arouca, na segunda etapa – e pela lesão de tornozelo. Sem os maiores talentos sumidos – Hernanes está nessa lista – o jogo ficou completamente apagado.

Acredito que a grande diferença do São Paulo para o Palmeiras, é o plantel. O time do Morumbi ainda conta com uma boa cartela de jogadores para fazer o time chegar ao titulo brasileiro. O Palmeiras ainda não tem um plantel forte, principalmente quando vemos o Sarconi, jogando. Falta um pouco mais de time para o Palmeiras chegar ao titulo nacional, mas enquanto mantiver a seriedade e o objetivo claro, o Palmeiras é sério candidato ao titulo nacional.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: