São Paulo 5 x 1 Monte azul, e Fernandinho….ahhhhh Fernandinho….

March 1, 2010

Fernandinho fez o São Paulo repensar a forma de jogar daqui em diante. Foram quatro gols marcados contra o Monte Azul, na goleada por 5 a 1, em Barueri. Para a sequência da Libertadores, o time do Morumbi já estuda maneiras de encaixar Fernandinho no ataque, mas considera remota a possibilidade de três atacantes.

Washington, Dagoberto, Marcelinho Paraíba e agora Fernandinho disputam duas vagas para o setor ofensivo. Na avaliação do técnico interino Milton Cruz, para que uma formação com três atacantes dê certo, é preciso que o trio faça também a cobertura defensiva. Cruz entende que Washington, Dagoberto e Fernandinho não primam pela marcação de adversários.

“Para se jogar com três na frente, tem que ter característica defensiva. O Grafite, por exemplo, faz muito bem. O Dagoberto é mais de velocidade, mais jogador de frente. O Fernandinho também. O Marcelinho ajuda mais. Mas dá para fazer sim [esquema com três atacantes], mas acho difícil”, comentou Milton Cruz.

Na derrota contra o Once Caldas, em Manizales, Washington e Marcelinho formaram a dupla ofensiva. Na goleada sobre o Monte Azul, o São Paulo adotou tática semelhante à de jogos anteriores. Henrique atuou centralizado no ataque, apoiado por Dagoberto. Washington sequer foi relacionado, conforme planejamento da comissão técnica de preservar os atletas mais desgastados após viagem à Colômbia.

Apesar dos planos para a Libertadores, o time do Morumbi alerta para a partida contra o Oeste, quarta-feira, no interior, que pode servir como experimentos no ataque, destaca Milton Cruz.

“Ainda precisamos consultar o departamento médico para montar o time de quarta-feira, mas temos várias opções para o ataque”.